07/12/2009

O COLO DE MINHA MÃE

Autor:  Alberto Paulo

 

Luís,

Todos os dias vou ao portal ver se há novas notícias parece que estamos mais perto da aldeia. Eu é que te agradeço por publicares os meus poemas, é uma forma de partilhar as saudades da nossa terra natal, e como estamos em plena quadra natalícia e amanhã dia 8 é dia de Nossa Senhora da Conceição e era o dia da mãe, pensei  enviar-te este poema e uma foto da tua mãe «minha madrinha» que tirei em Setembro de 2005 em Lagoaça numa visita que fizemos à minha irmã.

Um abraço do teu amigo. Alberto Paulo.

I

O meu sono mais perfeito,

Foi ao colo de minha mãe,

Agora quando me deito.

Desconfio até do leito,

E o sono nunca mais vem.

II

Mil histórias me contaste,

E ás vezes fiz-te chorar,

Quantas vezes me beijas-te,

Sempre pronta a perdoar.

III

Foste mulher, foste mãe,

E do teu fruto fecundo,

Virá quem diga também.

Que o amor de qualquer mãe

É o maior amor do mundo.

IV

Obrigada minha mãe,

Por tudo o que me ensinaste,

Recebe um beijo também,

P’las vezes que me beijaste.

V

Quando eu morrer minha mãe,

Pede à Virgem Maria,

Que guarde minha alma também,

No seu colo noite e dia.

IMG_0009

Artigos interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...