22/02/2011

O fado antigo

Autor: Marina Craveiro

 

Castelo Branco antigo,

Tinha cá bons fadistas.

Já não é a mesma coisa,

Mas ainda tem alguns artistas

 

Era ao toque da guitarra

E também do bandolim

Que se faziam os bailes,

Naqueles tempos era assim

 

Juntava-se a mocidade,

Iam para aldeias vizinhas.

Com toques e guitarradas

Encantavam as raparigas.

 

E com aqueles encantos,

Algumas se embalavam,

E varias dessas raparigas,

Com alguns rapazes casaram.

 

Era lindo, naquele tempo,

E havia mais união,

Porque se juntavam os vizinhos

Todas as noites ao serão.

 

Os rapazes também faziam,

Ás portas das raparigas,

As mais belas serenatas,

Cantavam lindas cantigas.

 

Tempo que não volta mais...

E eu gostava que voltasse,

Pois gosto muito de fado,

E queria quem me ajudasse

 

Só quem nasceu nesta terra,

É que sabe dar valor.

Para mim tudo se encerra

Foi obra do criador

 

Eu deixo uma mensagem

Á gente de minha terra:

Esta vida é uma passagem

Não compensa andar em guerra

 

Marina Craveiro

Artigos interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...