05/03/2010

Cheiro de mimosas

Autor: Sara Ingueira

Untitled-1O cheiro da mimosa com que arranjava hoje a minha jarra, me transportou alguns anos atrás.
Nesta altura do ano já as mimosas começavam a florir em Castelo Branco.
Os invernos eram longos, frios e aborrecidos. Não havia televisão, nem café, apenas tabernas para os homens ou os serões em família e vizinhos.
Assim que a Primavera chegava com os raios de sol, estávamos prontos a sair de qualquer maneira para nos distrairmos.
Nos domingos de tarde, La íamos nos com os giradiscos na mão lá  para depois da Laganhosa, fazer um bailarico debaixo das mimosas.
flores de mimosas que perfume
Quase sempre se terminava com o jogo do anel, que permitia uns abraços  e por vezes  um beijo a escapula.
O cheiro das mimosas floridas, com o cheiro do pó era único.
Hoje quando passo paro e tento encontrar o mesmo cheiro mas já não há giradiscos a pilhas, já não há pó na estrada, já ali não há rapazes nem raparigas e o mais triste já não há mais bailarico.
Mas em mim continuam as saudades desse tempo. E as lembranças dos momentos vividos.
Abraços…

Artigos interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...