26/08/2010

Agradecimento

Autor: Marina Craveiro
 
A minha idéia viajou,
Porque atenta reparou
No tempo da mocidade,
E ao Brasil foi parar.
Eu não estou a sonhar
E para o Luís vou mandar
Um abraço de saudade!
 
Com o passar do tempo,
Vou lembrando a mocidade,
Lembro do Luís Pardal,
Quando ele era criança,
Tenho isso na lembrança!
Menino obediente e também inteligente,
Querido por toda a gente!
 
Tantos anos eu passei
A fazer versos que guardei.
Nunca eu imaginava
Que o Arlindo os levava,
O Luís os publicava
E eu muito feliz ficava!
 
É neste monte agreste
Que vai crescendo a giesta,
Também a flor silvestre
Vai florindo neste campo,
Assim como a amizade
Vai crescendo na aldeia de Castelo Branco.
 
Eu quero retribuir
Toda esta amizade,
Ao Arlindo e ao Luís agradecer
Por os meus versos publicarem.
E da família Meleiro
Vai um abraço de saudade
Para a família Parreira
E também para a Pardal!
 
Que Deus lhes dei-a saúde,
A eles e toda a família
E que a vida lhes sorria.
Ficar-lhes-ei sempre agradecida,
Esta amiga que muito os estima
E que se chama Marina!
 
Marina da Graça Craveiro, 17 de Agosto de 2010

Artigos interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...